11 janeiro 2005

Otimismo?!


Meu otimismo
É insuportavelmente cruel:
se esconde, quando mais dele preciso;
aparece, quando me sinto feliz.

Olho o céu
pintado por um deslumbrante entardecer -
eis que o danado está lá
e aqui do meu lado
e acima de minha cabeça,
cutucando nuvens de dúvidas
com os dentes à mostra.

Chego até a acreditar nos homens...

Nenhum comentário:

Postar um comentário