22 maio 2005

Bienal do Livro

Bienal do Livro
As coisas mais legais de se ir à Bienal do Livro é ter a oportunidade de conhecer as novidades, assistir as entrevistas e, quem sabe, conhecer um dos seus escritores favoritos e poder descobrir como ele faz para criar um novo livro, se ele usa papel e caneta, máquina de escrever ou computador...
Fizemos um pouquinho de cada neste sábado. O nosso objetivo era assistir a entrevista do Jô Soares mas ao que parece este também era o objetivo de outras milhares de pessoas... aliás, este não era bem o objetivo.
Ficamos decepcionados ao constatar que o objetivo da Bienal do Livro havia sido totalmente derturpado pelas pessoas que lá estavam somente para conseguir autógrafos e tirar fotos com as pessoas famosas da televisão: Jô Soares, Jean (do BBB), Pedro Bial, Filipe Dylon (???)... é triste contatar que as pessoas não dão mesmo valor à leitura. :-(Bienal do Livro
Quanto a nós, decidimos ficar bem distantes desta gente (não, não é preconceito) e fomos felizes da vida pedir um autógrafo do Arthur Dapieve que estava lá tranquilamente sentado em sua mesinha, sem nenhum assédio de adolescentes histéricas. Aliás, cheguei a me perguntar se ele estaria meio decepcionado por causa disso, mas pensando em como ele parece ser muito inteligente, acho que ele devia estar mesmo era dando graças a Deus. Ele foi muito simpático e educado. Talvez exatamente por isso.
Eu entendo muito bem o Bial... é impossível ficar de bom humor com tanta gente em cima querendo somente abraços, beijos e fotos e nada de ler seu livro...

Ps.: O novo livro do Arthur Dapieve parece ser muito bom: De cada amor tu herdarás só o cinismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário