07 outubro 2005

VOCÊ ACREDITA EM VIDA APÓS A MORTE?

Part 2. Winter Wishes.
Post Comunitário

Eu sempre tive dificuldade para acreditar naquilo que não consigo ver ou entender. Eu nunca vi um espírito, anjo, ou algo do tipo, apesar de algumas vezes ter tido a impressão de que sim.
Na casa do meu pai, quando eu ficava sozinha, de vez em quando eu tinha a impressão de ter visto uma sombra passando ou de ter escutado alguém me chamar. Mas eu acho que era apenas reflexo do meu estado emocional, que eu estava impressionada com algum filme que havia assistido ou alguma história que havia escutado.
Como toda a minha família é evangélica, eu fui criada para acreditar na vida após a morte, mas somente quando Jesus voltar. Segundo o que aprendi, quando morremos ficamos dormindo esperando o dia em que Jesus voltará para buscar os homens de boa vontade; mas também não consigo acreditar totalmente nisso porque não consigo entender a razão. Que sentido faz ficar dormindo o maior tempão para acordar somente no dia em que Jesus ressuscitar? Por outro lado, que sentido tem reencarnar para pagar os pecados que fiz nesta vida e nas passadas? E ainda por um outro lado, é muito triste achar que não existe nada depois disso aqui e que tudo vai acabar no dia em que morrermos.
Então a conclusão é que eu preciso acreditar em vida após a morte para não ficar muito deprimida. E, das duas opções, a que me parece mais plausível é a da reencarnação. Mesmo assim eu não entendo várias coisas. Por exemplo: como a quantidade de pessoas aumenta tanto a cada ano. Será que as almas se subdividem em milhares de outras??? Por que alguns bebês morrem logo ao nascer ou já nascem mortos? Já deu tempo de pagar alguma coisa?
Quanto à experiências sobrenaturais, eu já tive algumas. Não gosto muito de tocar no assunto, porque morro de medo. Mas aí vai:
- Quando criança, o pai de dois amigos nossos nos dava carona para a escola. Todos os dias ele passava na nossa casa para pegar a mim e ao meu irmão. Um dia, eu sonhei que ele estava dormindo, deitado em uma superfície que me parecia de pedra, ou concreto, com os braços cruzados sobre o peito. Em volta dele, tinha uma luz branca, muito bonita. Então, o telefone tocou logo cedo lá em casa, me acordando deste sonho, e era alguém avisando que ele havia falecido durante aquela noite, enquanto dormia. Eu me lembro que fiquei impressionada com este sonho por muito tempo.
- Anos mais tarde, eu sonhei que nossa família viajava de carro. O estranho era que no sonho eu não via os rostos, mas eu sabia que éramos nós de alguma forma... bom, no sonho, o carro ia para a tal viagem com cinco pessoas e voltava com apenas quatro. Eu fiquei com aquilo na cabeça por vários dias, sem entender o porque de ter cinco pessoas indo e depois só quatro voltando. No final do ano, viajamos para o interior de São Paulo para passar o Natal com a família da minha mãe. Então, não quero entrar em detalhes, mas aconteceu uma tragédia e meu irmão faleceu, junto com um primo que morava lá. Voltamos de carro com apenas 4 pessoas...
Tem vários outros episódios, mas não vou contar todos senão este post vai ficar gigantesco.

Veja a opinião de: San , Lulu, Karoline, Luma, Anna Flávia, Flávia Sereia, Aurinha, Paulinha, Lilian, Kicca, Aline, Fernanda, Advi Catarina, Helenice, Canela, Fabi Lima, Marilda, Ana Júlia, Lidiane, Clau, Veroni-k, Dita, Geise, Chris Pessoa, Dany Macedo, Karen, Júnio, Bruna, Marcos, Mip, Sabrina, Mago...

Nenhum comentário:

Postar um comentário