27 julho 2006

Eu sofro deste mal...

Mas o problema é que não me deixam dormir. :-(
Peguei esta imagem emprestada do Blog do Desenho (www.blogdedesenho.blogger.com.br)
Globo Online - Dormir muito não significa dormir bem
Marcella Sobral - Globo Online

RIO - Se quanto você mais dorme mais sono você tem, o seu sono pode não estar sendo de boa qualidade. Não pense que isso é difícil de acontecer. De acordo com uma pesquisa publicada durante a 2ª Semana Brasileira do Sono, metade dos brasileiros não tem um sono reparador. A pesquisa foi feita em 2004 e avaliou a qualidade do sono de 22 mil brasileiros de 11 cidades diferentes.
Uma noite mal-dormida traz conseqüências imediatas como cansaço, sonolência, desatenção, falta de concentração, perda de memória, irritação, baixa da libido. Mas, se o problema não for contornado, os sintomas podem agravar-se.
A pessoa pode ter problemas de hipertensão arterial, desenvolver doenças cardiovasculares, aumentam as chances de Acidente Vascular Cerebral (AVC), envelhecimento celular, depressão - diz a neurologista Andrea Bacelar, mestre em Medicina do Sono pela Universidade Federal de São Paulo.
Além de afetar a vida particular, distúrbios do sono podem afetar terceiros.
Cinqüenta por cento dos motoristas cochilam no trânsito. Este dado é muito preocupante, pois coloca em risco a vida de terceiros. Você pode não estar com sono, mas provavelmente o motorista ao seu lado está - alerta.
A partir do momento em que as dificuldades durante o sono começam a interferir na rotina, o ideal é procurar um médico.
A pessoa passa a noite numa clínica e tem o sono monitorado a noite inteira. A ferramenta usada pelos médicos é a polissonografia , que avalia a parte respiratória, cardíaca, se a pessoa tem sono profundo.
Para o futuro, a previsão, segundo Andrea, não é das melhores. Estima-se que o problema piore com o tempo, já que alguns fatores da vida moderna prejudicam ainda mais o sono.
A luminosidade do computador altera o sono, o exercício mental de usar o computador também. A televisão no quarto é questionável, já que algumas pessoas ficam ligadas na programação, enquanto para outras funciona como um sonífero.
Todas estas tarefas e atrativos, aliás, podem estar contribuindo para a formação da geração sonorexia, um novo distúrbio de sono que é a privação voluntária do sono.
O distúrbio atinge principalmente pessoas que têm dupla ou tripla jornada. Que trabalham, estudam, vão à academia e descontrolam seu relógio biológico. Como a retomada da rotina não é tão simples, alguns acabam abusando de tranqüilizantes. Crianças com excesso de informações ou de atividades estão sujeitas a ter grandes problemas de sono em cinco ou dez anos.
Não existe um número de horas ideal para que a pessoa acorde revigorada. A necessidade varia de pessoa para pessoa e de acordo com a qualidade das horas dormidas. Em média, as pessoas precisam de sete ou de nove horas de sono, embora existam pessoas que dormem apenas cinco horas e têm sono reparador. Mas os idosos ainda são os que mais sofrem com distúrbios do sono.
O idoso tem um sono mais fragmentado, então é mais complicado agregar um sono melhor.

Globo Online - Dez dicas que podem ajudar você a dormir melhor

1. Manter o quarto arejado durante o dia. À noite, porém, escureça-o bastante. Faça de seu ambiente de sono um lugar realmente bom. Sem ruídos durante a noite. Conserve o quarto limpo e com temperatura adequada: no verão, refresque-o; no inverno, aqueça-o.
2. Evite ingerir álcool ou cafeína nas horas próximas de iniciar o sono. À noite, não tome bebidas cafeinadas e limite ao máximo aquele chopinho ou a dose mínima de uísque ou qualquer outra bebida destilada. Além de evitar café e chá preto, fique longe de refrigerantes. Prefira sempre suco e água.
3. O uso constante de tranqüilizantes é das armadilhas mais detestáveis para se conseguir um bom sono regular. Evite soníferos de controle de venda nas farmácias. Os ansiolíticos, tranqüilizantes e soníferos podem criar hábitos indesejáveis para a conciliação do sono regular.
4. Antes de ir para a cama só faça refeições leves. Que tal um chazinho de camomila ou erva cidreira acompanhado de torradinhas simples? Uma pêra ou uma maçãzinha também ajuda a manter o estômago satisfeito sem interferir na conciliação do sono bom.
5. Evite exercícios físicos nas horas próximas de ir para cama. Mas não renuncie aos exercícios pela manhã ou durante o dia. Fazer caminhadas e cooper sob orientação médica, nadar, andar de bicicleta e aderir à musculação em academias são práticas das mais saudáveis e ajudam na arquitetura do sono correto.
6. Estabeleça horários regulares para dormir e acordar. A noite existe para o descanso e o sono completo. O dia é próprio para as atividades do trabalho, do estudo e do lazer. Respeite seu ritmo biológico. Assim, não se deve cochilar durante o dia. A menos que se trate de criança ou idoso.
7. Preste atenção em atividades negativas ao bom sono porque estimulam o estado de alerta. Portanto, evite usar, duas horas antes de dormir, computadores e Internet. Para alguns, TV e leitura podem ajudar na indução do sono. É preciso saber o que é melhor para cada um.
8. Banho relaxante ajuda a dormir. Portanto, uma banheira morninha, com sais e massagem leve, quem sabe seguida de meditação, respiração sob controle e posições de relaxamento são sempre muito bem vindo quando a noite chega e você se propõe a afastar preocupações e estresses.
9. Nunca se alimente na cama. Evite também o aparelho de TV diante do leito mesmo ou principalmente para atividades do amor. Dormir junto ao parceiro é muito bom e saudável. Mas cuidado com os estímulos artificiais das bebidas e os aperitivos da imagem e do som da televisão e do DVD.
10. Finalmente, vá para a cama somente quando estiver com sono. Mas deixe a cama caso não consiga dormir logo. E retome atividades relaxantes em ambientes com pouca luminosidade até ter sono novamente. Controlar as horas no relógio ao se deitar também é ruim, pois aumenta a ansiedade.

Eles só não ensinaram o que fazer no caso desta mulher aí de cima, que também é o meu caso. :-)))))
E você, tem alguma sugestão?

4 comentários:

  1. A vovó diz que uma xícara de leite quente antes de dormir garante um sono leve.
    Qual a ligação que o leite tem, eu n sei
    O.o
    hahaha
    beijos, boa matéria.

    ResponderExcluir
  2. Acho q se deve tbm respeitar os horarios naturais. Se vc gosta de dormir um pouco mais tarde, q tenha liberdade de acordar um pouco mais tarde. Ou o inverso. O problema eh q o mundo lah fora nao "entende" os noturnos... :-)

    ResponderExcluir
  3. Tambem tomo leite quente, boa!

    mas, sim..sempre fui de dormir tarde - após às 1 da matina!

    ResponderExcluir
  4. - Chá de camomila, bem forte...

    - Leite morno ou quente, com mel (segundo dizem, o leite é rico em triptofano, substância que auxilia no processo do sono) também ajuda.

    - Ler alguma coisa antes de dormir...

    - Agora, se o problema é o ronco de outra pessoa, o jeito é pôr algodão nos ouvidos e, de vez em quando, dar uma chacoalhada de leve no outro. Geralmente a pessoa pára de roncar - pelo menos por algum tempo, até que vc consiga pegar no sono! rs

    Beijos, Chris!

    ResponderExcluir