20 agosto 2006

Mothern

O primeiro episódio de Mothern foi muito legal, eu adorei tudo e principalmente a união daquelas 4 amigas que fazem de tudo para equilibrar, aos trancos e barrancos, a carreira e a vida de mãe (veja vídeos aqui). Teve uma entrevista que eu gostei muito e que me deixou pensando bastante... Me desculpem, mas não guardei o nome da entrevistada. Ela disse que a mãe, após o parto, fica meio sem rumo porque de repente o seu centro deixa de ser ela própria e passa a ser outra pessoa e, ela precisa aprender a lhe dar com isso o mais rápido possível.
Eu acho que não terei este problema pois, desde que me lembro, meu centro nunca fui eu. Primeiro, foram os meus irmãos Patrick e Vanessa (eu cuidava deles enquanto minha mãe trabalhava), mais tarde, quando minha mãe faleceu, meu pai também entrou neste "centro" e agora, além da minha famíia que aumentou com mais 3 irmãos, uma madrasta e uma sobrinha, também tem meu companheiro, Sandro. Na realidade eu sempre me preocupei mais com eles do que comigo e acho que um bebê não será nenhum problema para o meu "centro". Ele apenas vai crescer mais um pouquinho. Aliás, eu acho que meu(s) futuro(s) filho(s) já fazem parte dele. Isso explicaria muita coisa (que só contarei para vocês quando for o momento certo)... :-)))
Gostei disso... me sinto um pouquinho mais preparada para, algum dia, viver esta experiência. :-)))

Ah, e falando em maternidade, gostaria de parabenizar a Regina que me deixou uma notícia incrível na caixa de comentários. Ela está grávida de 2 meses!!! Mais um bebê na família... estou muito feliz por ela!

Update 26/08/2006 13:00h


O nome da entrevistada é Yudith Rosenbaum.

6 comentários:

  1. eu nunca parei pra pensar nesse lado de ser mãe, eu tenho tanta vontade de ser, q acho q vou levar na boa.

    comentei no post comunitário tb.

    beijosssssssss

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito desse post, pois ele mostra o quanto que o belo sexo (as mulheres)estão preparadas para a maternidade.
    Desejolhe uma ótima semana.
    Abraços
    Soié

    ResponderExcluir
  3. Chris, sei que é muita responsabilidade ter um filho. Mas não dá pra ficar louca! Tudo muda, principalmente os interesses.
    Não assisti ao programa, amanhã volto pra assistir aos videos. Agora passei para convidá-la pessoalmente para mais uma blogagem coletiva. Participe!! Boa semana!! Beijus

    ResponderExcluir
  4. Acho que vi o video errado. As entrevistadas falaram somente das mudanças de ser mãe antigamente e na atualidade. Será que o video mudou?? Beijus

    ResponderExcluir
  5. Regina
    Ai Cris adorei saber que você ficou feliz por nós, que bom pq tenho uma grande admiração por você sempre achei você uma pessoa que serve de espelho para qualquer hum e sem nem ao menos te conhecer direito, sinto que ja te conheço a tempos pq sempre acompanho o seu blog, e comento sempre com o Onofre sobre você, pq vc perdeu sua mãe sedo e mesmo assim vc lutou e venceu na vida e hoje ajuda sua familia e sempre passa a imagem de segurança, bom e isso que sinto em relação a você... beijos e fica com Deus tenha uma boa semana e ate +++++

    ResponderExcluir
  6. Um dia pretendo ser mãe, e não creio que eu venha a me "desestabilizar" por isso. É uma experiência nova, algo com o qual precisamos nos acostumar, mas é também uma coisa muito boa.
    Pode até ser que nos primeiros dias sinta-se mais a mudança, mas depois tudo deve entrar nos eixos para acolher o novo membro da família. :-)

    Beijão!

    ResponderExcluir