15 junho 2007

Turismo Culinário

Eu descobri um canal que tenho gostado muito: o Travel & Living. No Brasil, tem na Sky.
Neste canal tem um programa chamado Turismo Culinário apresentado por Anthony Bourdain, um chef que trabalhava em Nova York, ficou de saco cheio e resolveu viajar o mundo experimentando toda a comida que encontrar pela frente, por mais estranha que ela seja. Ele é um cara mal humorado, que gosta de falar mal dos lugares e das pessoas, mas convenhamos, ele tem coragem (se bem que já o vi amarelar ao ter que comer um prato feito com o cérebro de alguma coisa, na França).
Pois eis que no programa de ontem o carinha estava em Salvador. Comeu muita coisa boa e achou o máximo ficar sentado na praia comendo tudo o que vinham lhe vender e adorou a idéia de nem precisar ir atrás da comida. Eu fiquei bem feliz com o programa, mas ele não poderia acabar sem uma alfinetada, né? Bem no finzinho do programa ele disse que gostou muito da cidade, que lá tem muita gente simpática, muita dança e muita comida excelente. Mas que essa coisa de candomblé é "bullshit". :-/
Hoje fui assistir de novo o programa e fiquei feliz ao ver o cara em plena Confeitaria Colombo! Uau... ele já tinha começado bem o programa! Mas me enganei. Ele começou a falar que iria despedir o agente de viagens pois ele não tinha ido para o Rio para ficar sentado numa bodega cavernosa! :-O Hã?!?! Que raiva do gringo!!! Depois ele apareceu com um livro chamado "How to be a carioca: the alternative guide for the tourist in Rio" e foi explicando que "carioca" significa malandro, pessoa que se diverte muito, passa o dia na praia, faz muito sexo e faz altas malandragens para ganhar a vida! Eu nunca li esse livro, mas se é isso que ele diz, ele é uma porcaria!
Pois arranjaram uma pessoa para levá-lo para conhecer a cidade, um cara chamado Fábio, daqueles cariocas bem malandros, sabem? A primeira providencia que ele tomou foi jogar o tal livro fora. Aha! Adorei o cara! Depois ele tentou tirar a roupa de gringo do cara e fazê-lo vestir uma sunga, mas nisso ele não teve êxito. Não tinha cristão que fizesse o gringo vestir uma sunga! :-))
Depois o levou à Santa Tereza, ao Bar do Mineiro, onde comeram carne seca com mandioca frita e beberam uma cachaça. Aí o gringo chegou a conclusão de que os cariocas não cozinham, por isso eles vão aos restaurantes mineiros, chineses, japoneses... ei, acho que nisso o cara tem razão.
Depois do almoço o Fábio sumiu dizendo que tinha algo para fazer e o gringo foi caminhar por Copacabana, onde achou a colonia dos pescadores, pegou um barquinho e foi para Niterói, "a fishing village". :-D Lá ele deu um jeito de achar um botequinho para comer mais ainda.
No dia seguinte ele foi a uma favela almoçar com uma família. A dona da casa fez uma feijoada caprichada e o cara amou. Disse que a feijoada era um perfeito exemplo da alquimia culinária e que ele tinha gostado muito deste jeito carioca de fazer as refeições, com toda a família reunida e conversando por horas.
Ele marcou com o Fábio à noite, no Bracarense, onde pôde aprender mais uma lição de como são os cariocas: tomou o maior chá de cadeira. Boa parte dos cariocas não é pontual... mas quando ele começou a comer as delícias servidas por lá, se esqueceu do deslize do rapaz.
No terceiro dia, Fábio o levou ao Porcão onde o gringo se empanturrou de carne, mas ficou muito assustado pelo fato de os garçons terem facas, pois ele já tinha sido muito mal com muitos garçons por aí. Bom, o que se faz é o que se paga, não? Mas ele saiu de lá sã e salvo. Quase teve que ser guinchado, mas salvo.
No fim desta viagem culinária, me pareceu que o gringo mudou um pouco de idéia sobre os cariocas e acho que ele até amoleceu um pouco pois acredito que o ouvi dizer que ia sentir saudades do Fábio e que queria ser como ele, que sempre tinha um lugar melhor para ir (o cara sumia o tempo todo, dizendo que tinha  tinha algo para fazer). Ele também disse que carioca é uma pessoa simpática, que acorda cedo para ir à praia antes do trabalho, que cuida da sua saúde e que sabe aproveitar a vida. Que eles não sabem nada de receitas, só de saborear a boa comida, e que eles verdadeiramente entendem o significado do que é viver bem neste planeta.
Bom... no final das contas, o gringo teve razão em reclamar do agente de viagens pois assim ele acabou conhecendo o Rio muito melhor. Só lamento ele ter ficado com uma impressão tão ruim da Colombo.

Technorati tags: , ,

7 comentários:

  1. o cara mordeu a lingua..pq vir no rio e naõ gostar é impossível...
    pena q ficou com preconceito com a colombo..tão linda...tão chic.
    queria ter visto...e ainda veio a niterói.


    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_.................

    ResponderExcluir
  2. Eu ja prefiro viagem turistica mesmo.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
  3. Odeio esperar!!!!!rs*.... Acho até que o gringo foi bonzinho demais, nos comentários, sabia?

    [não vi - vejo - o programa]

    Nossa país é lindo e rico culturalmente, mas falta educação, infleizmente :o(

    beijos, florzinha

    MM

    ResponderExcluir
  4. As facas foi a única coisas que ele conseguiu falar do Porcão porque ele provavelmente nunca viu tanta carne na vida.

    Hehe!!!

    Ah, linkei seu blog lá no A Janela Laranja.

    Um bjo!

    Marcio

    ResponderExcluir
  5. Chris, esses chefs que apresentam programas fazem tipo para se diferenciar, gostam de gerar uma polêmica, quanto mais melhor!
    Eu também já reparei que no Rio os pratos únicos são servidos como refeição principal e poucos são locais.
    No mais, acho que ele captou a alma do carioca. (Não gostei da definição)
    O Blogue tão lindo!
    Boa semana! Beijus

    ResponderExcluir
  6. Guilherme, não consigo pensar em nenhum prato local carioca... Você sabe de algum?

    ResponderExcluir
  7. Depois dessa farra culinária ele deve ter ido para um spa :-)

    ResponderExcluir