26 março 2008

Esse país é muito louco...

Foto by La Nacion

Para quem vivia no Brasil e estava acostumado com abundância de frutas, verduras, carnes, roupas, enfim, tudo... morar na Argentina é um pouco difícil de se acostumar.
É complicado você comprar um produto que você gosta e depois nunca mais encontrá-lo para comprar de novo, ir comprar frutas e não achar nada além de laranjas ou ir comprar carne e não encontrar porque os produtores não estão cumprindo o preço imposto pelo governo... dá muita saudade do Brasil nessas horas.
Mas tem uma coisa que eu tenho que admitir... invejo essa vontade de lutar pelo que é correto que os argentinos têm.
O governo aumentou consideravelmente os impostos de exportação dos produtores do campo, o que pode levar muita gente à falência. Esse aumento de impostos provocou uma greve que já dura duas semanas e já começaram a faltar alguns alimentos nas prateleiras dos supermercados. E o que o governo tem feito para resolver o problema? Nada! Ontem a presidente Christina Kirchner fez uma declaração dizendo que não ia ceder à extorção dos produtores e ainda os ameaçou... ou seja, ao que parece, ela não está disposta a negociar e resolver o problema. Isso gerou uma revolta tão grande que ontem, à partir das 20:00h, e por mais de 2 horas, todos foram às janelas e para as ruas batendo panelas, quem estava de carro buzinava e várias ruas foram fechadas. E isso não foi só em Buenos Aires, foi no país inteiro. Eu nunca vi nada igual e, com certeza, foi uma experiência que não vou esquecer.
Quem sabe os brasileiros deveriam tentar... se bem que se fôssemos fazer um panelaço a cada vez que o Lula falasse alguma besteira, teríamos um por dia. :-))))
Leia mais:
- Panelaço, uma tradição argentina (Café con Medialunas)
Veja este vídeo do La Nacion:


Technorati Tags: , ,

9 comentários:

  1. Ah, Chris, não acho que os produtores sejam só bonzinhos e estejam totalmente certos. Nem que o Lula só fale besteira.
    Na Argentina os produtores se beneficiaram muito com o dólar valendo mais de 3 pesos já que seus produtos exportados têm preços melhores. E numa época de dolar caindo no mundo todo, na Argentina ele é mantido assim por esforço do governo que havia se comprometido com isso. Fora que eles recebem subsidios em combustiveis e em energia (numa época de crise energética). Os aumentos de impostos são só para as exportações e visam compensar e ajudar a manter o dólar alto. Tudo bem que os 2 lados tem razão, mas pra mim parece muito esperneio por medo dos lucros (que são os maiores que o setor tem em quase 30 anos) cairem.

    ResponderExcluir
  2. Elogio sempre algumas atitudes dos argentinos, mas não vejo grande avanço no país. Não sei o que dizer sobre este post mas que tanto no Brasil como na Argentina a coisa tem que mudar lá isso tem.

    ResponderExcluir
  3. Esse papo de aumentar os impostos de exportação pra ajudar a manter o dólar alto é conversa. As contas não fecham.
    O que vemos é o aumento do apetite arrecadador de um governo populista, algo muito parecido ao que acontece no Brasil com os bolcheviques de Sao Bernardo de Campo.
    Que os produtores estejam reagindo de maneira exagerada eu até concordo. Mas na verdade toda essa mobilização da classe média da capital (povo este que em sua maioria não é eleitor dos Kirchner) está mais baseada no descontentamento com a postura do governo.

    Abs!
    Sandro

    ResponderExcluir
  4. Não sei como aguenta morar aí.

    ResponderExcluir
  5. Oi Chris,

    Muito legal o vídeo, até então não tinha tido a oportunidade ver o panelaço, apenas tinha lido sobre o assunto.

    Creio que é importante fazer o movimento. Estou de acordo com você.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá Chris!
    Estava passeando pelos links do Viaje na Viagem e resolvi entrar no seu blog!
    Gostei bastante!Boas dicas e informações!
    Eu também tenho um blog, chamando Vambora! com dicas de viagem e turismo.
    Quando puder, passe lá! O endereço é: http://vamboravambora.wordpress.com
    Até mais!

    ResponderExcluir
  7. Jôka, eu preciso confessar... morar aqui não é fácil não. :-))))
    Guta, vou lá conhecer seu blog.

    ResponderExcluir
  8. A gente se acostuma a encontrar o que precisa e, confesso, foi horrível imaginar encontrar ainda menos do que já acho que temos por aqui.
    Espero que a situação se acalme.

    ResponderExcluir
  9. Sério, Palpi?! Eu acho que no Brasil temos tanta variedade...

    ResponderExcluir