10 setembro 2009

Dentista

image Segunda passada, a Júlia foi ao dentista pela primeira vez. Ela até mostrou os dentinhos, mas logo comoçou a puxar a mão da dentista. Ainda bem que já tinha dado tempo dela olhar e ver que estava tudo bem.
Ela explicou que as bactérias da cárie são transmitidas de pessoa para pessoa, através da saliva. Então, não devemos morder um alimento e depois dar para a criança, nem compartilhar talheres e copos e nem deixá-la colocar as mãos na nossa boca e, se colocar, lavar a mão da criança. Até aí, eu já sabia… Nenhuma novidade.
Ela recomendou escovar os dentinhos da Júlia 2 vezes por dia e dar 3 pastilhas de Xylitol por dia para ela. Aqui se usa muito o Xylitol para prevenir as cáries. Então, depois do almoço, do lanche da tarde e do jantar, a Júlia vai tomar uma pastilha. Ela adora, pois é como se fosse uma balinha de menta, bem gostosa! Como ela ainda é pequenininha, a gente quebra a pastilha em pedaços menores e ela vai comendo.
Ela recomendou também uma pasta de dentes com Xylitol, além do flúor e disse pra gente não enxaguar a boca da Júlia depois da escovação, pois o flúor precisa de 5 minutos para agir e o Xylitol, 2. Então, devemos colocar pouca pasta de dente e depois não precisa enxaguar. Eu já fazia assim, mas porque a Júlia não sabe cuspir e toda vez que eu dava água pra ela depois da escovação, não sei porque, ela engasgava. Aí parei de dar.
Ela também falou pra gente deixar o Paracetamol preparado em casa porque os próximos dentinhos que vão sair são os pré-molares e que eles incomodam muito. Aff… a Júlia anda tão enjoadinha. Também, coitada! É um dente atrás do outro, sem tempo nem pra descanso!
A próxima consulta é só com 3 anos, se não houver nenhum problema até lá. Mas ela falou pra, se a gente se mudar pra outro país, quando chegar lá levá-la ao dentista pra saber como é a regra lá, pois pode ser diferente da regra daqui.
Ela também disse que com 1 ano e meio, a Júlia deve dar adeus à chupeta. Eu acho que não teremos problemas com isso, pois a Júlia não liga muito pra chupeta. O problema mesmo vai ser tirar a mamadeira, principalmente a que dou pra ela dormir… Já tentei dar no copo, mas ela não toma de jeito nenhum! Outro desafio que tenho pela frente! :-)))))

7 comentários:

  1. Oi
    Parabéns nem todo mundo
    cuida de levar os filhos
    ao dentista.
    Que linda à sua filha.
    Você está tão longe,
    e ao mesmo tempo pertinho da gente.
    Beijos...
    Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Oi Chris, a Julia ta cada dia mais linda e com carinha de sapeca. Nos ainda nao levamos o Leonardo ao dentista, o pediatra disse que aos 2 anos, entao, faltam alguns meses ainda. Faz tempo que escovo os dentinhos dele 2x por dia, ele tem uma escova do Barney, acho que e da Colgate, mas uso so agua por enquanto... uma prima minha que e dentista falou que ate os 3 eles nao sabem cuspir e pode ser perigoso que engulam fluor (mais o que ja contem na propria agua). Pode provocar uma doenca que se nao me engano se chama fluorese (pelo excesso de fluor). Mas no Brasil tem uma pasta sem fluor, chama-se Malvatrikids, acho que e da Oral B, na nossa proxima ida pretendo comprar.
    Bjs!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lúcia! Obrigada! Na verdade, eu queria ter levado a Júlia ao dentista antes, quando começaram a nascer os primeiros dentes. Mas aqui quem coordena tudo é a neuvola (é assim que escreve?), a enfermeira que acompanha a Júlia, e mandaram a gente levar só com 1 ano. Mas acho muito importante sim. Com saúde não se brinca e os dentinhos fazem parte, afinal, se eles não forem bem cuidados, isso pode gerar vários outros problemas...

    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  4. Mel, não é só carinha não, viu! Ela está muito sapeca!
    Cada país tem regras diferentes para cuidar dos dentinhos das crianças... mas eu, sinceramente, gostaria que tivesse uma consulta mais cedo, para que orientassem a gente nos cuidados em bebês. A gente faz o que acha, mas a gente não sabe tudo e fica perdido, né? Eu fiquei muito. :-))) Eu sempre soube desta orientação de usar pasta sem flúor por causa da fluorese, mas aqui eu não encontrei a pasta sem flúor de jeito nenhum e a dentista recomendou uma com flúor e ainda mandou não enxaguar a boca da Júlia. Eu acredito que aqui eles não acrescentem flúor na água, não sei... e também pode ser por isso que eles recomendem escovar só 2 vezes por dia. Para mim, o correto seria depois de cada refeição...
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  5. Chris, recebi um destes e-mails que nos deixam com a pulga atrás da orelha e confesso não dei muita pelota, nem li direito e fui logo deletando. Enfim, neste e-mail era relacionadas doenças causadas pelo 'excesso' de fluor. O fluor colocado na água, a meu ver, já seria o suficiente, mas eu, sempre levei meu filho para aplicação de flúor, como uma medida mais efetiva, já que nem todas crianças fazem bochechos normalmente. Agora com este perigo de contaminação, comofaz? Veja esse site

    http://www.odontodicas.com.br/2007/07/10/onde-encontro-pasta-de-dente-sem-fluor

    Eu tinha uma dedeira de silicone, que na ponta era uma escovinha de dentes - não sei se já viu - você coloca no dedo indicador e usa para escovar e principalmente massagear a gengiva. Eu fazia isto quando os pré-molares estavam para nascer e a gengiva coçava muito.

    A Júlia toma água no copo ou na mamadeira?

    Beijus,

    ResponderExcluir
  6. Chris, li na postagem anterior que você usava essa dedeira de silicone. Ela é ótima para massagear a gengiva! + Beijus

    ResponderExcluir
  7. Luma, este lance da fluorese é verdade. Aqui não temos este problema porque não colocam flúor na água, mas no Brasil e na Argentina, o jeito é usar pasta de dente sem flúor.
    A Júlia toma água no copinho, ainda com bico pois sem ele, ela se engasga. Achei melhor dar mais um tempinho a ela e tentar tirar o bico mais tarde.
    Bjo!

    ResponderExcluir