23 março 2011

Finalmente, um dia "quente"

Tem feito uns dias mais quentinhos aqui, mas já conferi e não vai ficar assim, logo a temperatura vai baixar de novo. :-(
Eu estava com uma tosse que não ia embora nunca, já tinha mais de 2 semanas, eu acho. Marido mandou eu ir ao médico e fui, achando que era bobagem e que sairia de lá com uma receita pra comprar um xarope. Que nada! Infecção respiratória e 10 dias de antibiótico. Estou um pouco melhor já, apesar de ficar muito enjoada e, às vezes, tonta com o antibiótico. Isso acontece sempre que tomo antibióticos, por isso detesto tomá-los.
Muito trabalho aqui em casa organizando as coisas, separando roupas, doando móveis... Pelo menos pararam de vir ver o apartamento, acho que já devem ter alugado de novo. A gente nem foi embora ainda... :-))) Bom, é assim que as coisas são aqui na Finlândia.
Achei um molar novinho em folha na boquinha da Ju, ainda faltam 3... tadinha! Tem dias que ela está um amor! Carinhosa, me ajuda aqui em casa... mas tem dias que está nervosa que só. Grita, chora, me bate, fica de castigo... Não sei o que fazer pra ela parar com isso de me bater. :-/
Agora tudo é o pai. Ele que tem que escovar os dentes, dar comida, trocar roupa, dar banho... No começo eu achei uma maravilha! Depois de 2 anos e meio fazendo tudo sozinha, porque ele nunca foi de me ajudar com estas coisas... dizia que não sabia. :-/  Mas agora tem sido um problema quando ele não está ou não pode fazer as coisas.
Já tem uns 10 dias mais ou menos que ela não está usando fraldas de dia. Fiz assim, sem pressão nenhuma. Um dia, perguntei se ela queria colocar fralda ou calcinha da Hello Kitty e ela quis calcinha. Depois de alguns xixis no chão, ela começou a ir ao penico e fazer a maior festa quando conseguia. Agora ela vai sempre pro xixi, mas o cocô ela não consegue. No começo, eu perguntava se ela queria colocar a fralda pra fazer cocô, colocávamos e ela fazia. Agora ela não quer mais colocar, mas também não consegue fazer no penico. Como resultado, ela está há 3 dias sem fazer cocô e já estou bem preocupada. Não sei o que fazer mesmo... Pra sair, coloca a fralda, mas mesmo com a fralda ela pede pra ir ao penico. Não sei como será quando ela pedir pra ir ao penico fora de casa, pois não sei se ela consegue segurar até acharmos o banheiro e não acho que ela fará xixi em outro lugar que não seja o penico dela. Sei lá...
Voltando ao assunto da mudança. Não sei porquê, mas acho que em algum ponto ficou subentendido que estamos voltando pro Brasil... não, não é pro Brasil que a gente vai, mas não vou contar pra onde agora. Só quando estivermos lá. :-)))) Não gosto de contar as coisas antes delas acontecerem.

4 comentários:

  1. é q antes vc tinha falado q queria voltar pro Brasil e até fez uma tentativa...

    seja lá pra onde for, q dê tdo certo com a mudança, adaptação.


    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_................

    ResponderExcluir
  2. Não. Eu não falei que queria voltar pro Brasil e nem fiz uma tentativa...
    Nós fomos pro Brasil temporariamente, e pretendíamos de lá ir pro nosso novo lar (o que não foi possível pois tivemos que voltar para providenciar nossos vistos). Fomos pro Brasil pra fugir do frio e da escuridão e pra Ju melhorar um pouco de tantas doenças que ela estava pegando. ;-)
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. OI Chris!
    Muito lindo o título do seu blog!
    Também sou expatriada; sai do Brasil em 2000, e desde 2003, moro na Holanda.
    (O choque cultural existe e acaba sendo benéfico – de uma maneira ou de outra -. Sou da opinão que existem coisas boas e ruins em qualquer lugar do planeta! Nós é que temos que ressiginificá-las à nossa moda!)
    Continuem curtindo a Finlândia, que parece ser linda! E que hajam muitos, muitos dias de SOL, Seguirei curtindo a linda Primavera aqui na Holanda!

    bjks

    ResponderExcluir
  4. Josane, já nos mudamos de novo. :-)))
    Agora estamos curtindo o calorzinha texano. Muito melhor que aquele frio todo da Finlândia. Bjs!

    ResponderExcluir