05 agosto 2011

Desânimo, calor, curso de inglês e etc...

Sinceramente? Ando sem ânimo para escrever aqui no blog... mas, vamos lá.
Aqui está fazendo muito, mas muito calor! Como o consumo de energia está muito alto por causa do uso do ar-condicionado, estão pedindo pra gente evitar usar o que não seja essencial nos horários de pico (15 às 19h). Mandam a gente beber muita água, evitar ficar ao sol e, quem não tem ar-condicionado, ir para um abrigo ou lugar que tenha: shopping centers, lojas, etc... Fiquei pensando: como tem gente que não tem ar-condicionado aqui?!?! Mas tem. E mandam a gente ter especial atenção com  as crianças abaixo de 5 anos e com as pessoas acima de 55, que segundo eles, são as que correm mais risco de passar mal com o calor.
A coisa está feia, mas ainda prefiro assim do que -20.  Só espero que não chegue a faltar energia, pois aí vai ser muito ruim para os hospitais e pessoas que estão em casa mas que precisam de suporte de máquinas para viver e para nós também. Já pensou ficar sem ar-condicionado neste calorão?! Aí fica ruim de aguentar.
Acho que na escola da Ju eles não estão levando as crianças ao parquinho (fico aliviada), pois a Ju anda meio revoltada da vida e hoje depois da escola ficou reclamando que queria o parquinho e o rinoceronte e exigiu ir ao restaurante que tem brinquedo pra brincar (Mc Donalds). Fomos né? E as 400 calorias que queimei fazendo 1 hora de esteira, voltaram. Eu estava passando mal de fome e não teve jeito. Mandei um sanduba pra dentro. O de frango com salada, que me parece menos engordativo. O problema de lá é que a gente come e rapidinho fica com fome de novo...
Fora isso, andei fazendo uns testes de inglês. Eu pensei em fazer um curso, pois preciso melhorar minha fluência, vocabulário, escuta e pronúncia... então fui ao North Lake College e eles têm o ESL (English as a Second Language), na verdade, eles chamam de ESOL (English for Speakers of Other Languages). Fiz o placement test e fui super bem... fiquei surpresa. Fui falar com uma pessoa que ajuda a gente e tals e ela disse que eu poderia fazer o nível 4 (que é o último) de reading, listening/speaking, writting e grammar. Me explicou mais ou menos cada curso e cheguei à conclusão de que não é o que quero. É muito acadêmico, quero coisa mais prática. Mesmo assim, pensei que poderia valer a pena e quando fui falar com outra pessoa pra tentar mudar meu status de residência pra ver se dava pra baixar o preço do curso um pouquinho e vi que não ia ter jeito (custa caro para não residentes, viu?!), a moça falou baixinho: "Você sabia que tem este curso sem créditos e que custa bem mais barato? Aí em abril (quando a gente completa 1 ano de residência e passa a ter status de residente) você volta e faz este com créditos...". Agradeci muito e fui correndo conferir. Me mandaram fazer outro teste, mas já falando que pelo resultado do primeiro, talvez este curso não fosse para mim. Fiz 57 pontos, de 60. Fui bem demais... :-)))) Mas aí ela me falou de um curso mais avançado voltado para negócios que eu poderia fazer. Me animei, mas os horários simplesmente não dão pra mim... São para quem tem que estudar antes ou depois do trabalho e eu preciso do contrário, porque a Ju tem que estar na escola. Então, não vai dar... Mas este curso custa mais ou menos 10% do outro. Uma baita diferença. Então fica a dica para quem quiser fazer um curso de inglês lá.
Procurei outras escolas, mas Berlitz só tem em Dallas e as daqui de perto são voltadas para quem fala espanhol e aí perder meu sotaque pra ganhar um espanhol, não dá, né? Desisti de fazer curso de inglês.
Então pensei em duas coisas pra tentar melhorar meu inglês: fazer voluntariado e/ou fazer um curso nada a ver com o de inglês lá no North Lake College. Como o segundo corre o risco de perda de dinheiro e acho que não tem muita gente no mundo podendo jogar dinheiro fora, estou mais propensa ao primeiro. Até já andei olhando... só que aí esbarrei em outro problema: preciso dirigir. Aqui não dá pra fazer nada sem carro e não vai ter jeito, por mais que eu não goste e tenha medo. Então, estou tentando estudar as leis de trânsito... mas o inglês está atrapalhando de novo. Por melhor que o meu inglês seja, tem muita coisa que fica complicado de entender porque falta vocabulário. Não tive aula de vocabulário para tirar carteira de motorista na Cultura Inglesa... mas, vai dar tudo certo. Espero! :-))))
Outra coisa: eu estava escrevendo um post muito legal sobre o Museum of Nature & Science, de Dallas e acabei deletando sem querer, quando desinstalei  o software que estava testando. Esqueci de mandar pro blogger primeiro. Então, agora só quando eu me animar a escrever tudo de novo...
Bom, chega que pra quem não queria escrever, escrevi demais e este post está muito grande e ninguém lê posts deste tamanho que eu sei. :-)))))))

3 comentários:

  1. Eu vi pela tv a onda de calor, mas concordo com vc melhor assim do que -20.Aqui na terra brasilis a temperatura despencou e chegou a -6,-2...hmmm..lembrei do tempo na Zuropa.A Lou está começando o desfralde ...mas quero pegar mais firme no verao.A Júlia tá linda!!!

    ResponderExcluir
  2. eu leio sim.
    mas qual temperatura tem feito aí? mais de 40 graus, como no Rio? eita...

    pena o curso ser tão caro, né? aff...
    faz outros cursos q goste, acho q será uma boa pra ter contato com pessoas daí e treinar seu inglês.

    Uma ótima semana para você!!!

    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_................

    ResponderExcluir
  3. Jo, a Lou está linda, né? Logo, logo ela estará desfraldada. Quando a criança vai pra escola é bem mais fácil pois ver as outras crianças fazendo o mesmo ajuda muito.
    Aff. Tenho trauma de frio. Ninguém merece. :-)))

    Bjs!
    -----------------------------------------

    Micha, chegou a fazer 47 graus Celsius. E ficou acima de 100 F por 40 dias, quase batendo o record de mais tempo acima de 100 aqui. Quer dizer, nem sei se hoje fez mais de 100, mas acho que não porque estava bem mais fresco. O chato daqui, é que é muito árido. Tem muito asfalto e faltam árvores... daí a sensação de calor é ainda pior. Mas... como eu disse, melhor assim. :-)))
    Quanto ao inglês, pretendo fazer voluntariado primeiro, pois os cursos custam caro e a idéia de pagar e depois não entender nada não me agrada muito. :-)))) Mas primeiro, preciso tirar minha carteira de motorista, porque aqui não dá pra fazer nada sem carro. Aff!
    Beijos!

    ResponderExcluir